quinta-feira, janeiro 07, 2010

"À Lagardère"

Saudações!Primeiro de tudo, bom ano 2010!
Ontem os SlashVan vieram ao de cima!com instrumentos sofisticados e com uma qualidade musical...bem, não se pode dizer total, mas fantástica e também alucinante!
Houveram Azeitonas, claro.

Bem mas o que me trouxe aqui (e não, não foi o meu II06, pq esse n se aguentou. Que pena, só espero que recupere!) mas bem, o que me trouxe aqui foi aquela maravilhosa expressão que todos conhecem e que faz criar uma energia interior vinda do tudo! "À Lagardère"!

Citando:
"Lagardère foi um herói de romances de capa e espada (1816-1887), daqueles que ocupavam os espaços de ócio de leitores entusiasmados e sonhadores, cada página uma aventura, cada capítulo um pedaço da intriga em que a respiração se suspendia e o coração batia desenfreado. Lagardère era nessa altura um cavaleiro arrojado e visionário que não conhecia limites, saltava muros, arrombava portas, entrava onde queria, num atrevimento reiterado, numa ousadia excessiva dada a segurança com que se movimentava em terreno quer próprio quer alheio.

Marcou um estilo.

Lagardère, cavaleiro andante, combatia com garbo pela verdade e pela justiça.
Este espadachim ficou na nossa língua. A expressão “à Lagardère” é utilizada quando alguém faz algo com atrevimento, ousadia ou coragem (talvez sem medir bem as consequências para si próprio).

E pronto. Não pode ser muito grande porque andam aí muitos livros para folhear e mais.

Deixo apenas uma saudação de até breve.