domingo, maio 10, 2009

A volta das mentes vagueadoras que surgem sobre este mundo e que se mantêm incólumes

Ora muito boa tarde! Não pelo ambito meteorológico,que esse sim podia estar melhor, mas é mesmo assim, a vida é feita de altos e baixos, mas sim, e por isso mesmo, hoje celebra-se um "alto", correspondente ao regresso de explanação de pensamentos, aventuras, factos, e outros que não se encontrem neste conjunto, que são provenientes de duas criaturas altruistas que andam por aí a pensar a pensar, mas que não sabem tudo do nada.
Pois é, estas criaturas que outrora desabrochavam da loquaz e feliz idade criançal, voltam agora, e já quase com estatuto. O tempo não pára, (se é que existe), e por isso como disse o meu compatriota temos que ir com a maré, "go with the flow", se nao perdemo-nos no mar alto.

De uma maneira geral e frugal, aproveito para contar em primeira pessoa, a saída jovial de ontem onde mais uma vez se aplicou aquela lição já aprendida que diz que: "o destino logo se vê, é no caminho é que se vai vivê!" ( ler em brasileiro, é melhor).
E foi assim que me deparei num saturday night, com 21 anos (medido em rotações ao sol) que disse: basta! e saí..em busca...em busca....bem, não sei bem do quê porque também, tava a chover muito, por isso acho que até foi um bocado idiota. MAS continuando, esquecendo este pequeno pormenor, lá foi ele, agarrado aquele pensamento, e também, ao volante, devido ao piso escorregadio, pela estrada fora, desemcaminhar mais pessoal!Ora dizco'pessoal disse logo h'ambimbora!e foi assim, que com uns miseros 2,59E cada um que fomos atestar o bolide, para ir.....bem não até muito longe, mas não importou, pois ficamos logo pela cidade florida.
Chegando à "escada", belo nome, tava um bom ambiente, música ao vivo, gajede relativamente bonito, e foi ali que começou a confraternização, com as duas moças bastante simpáticas. Um copo ali, outro mais acolá, outro mais pra cá do que para lá, e quando demos pelas horas, já estava na altura de ir. Eis que, como a sorte favorece os audazes, acabamos, por ir não sei para onde, nem bem por que, sabendo apenas que não tinhamos combustível suficiente. Mas com duas criaturas assim, e no 2:2 não nos importamos muito. Acabou por ser uma noite fantástica, espirabulante, e atribulada, onde valeu, a atitude e o esforço, e....a pancada de sair numa noite chuvosa!!Que como previsto ficou céu limpo, que claro deu para admirar as estrelas.
Fica então a lição de que, mesmo que esteja a chover a potes, e seja impossivel sair, saiam na mesma, por que nunca se sabe, pois "a bola quando beija a rede, é golo!" Fora de brincadeiras.....é preciso é ter juizinho, e medir as consequências, pois só assim é que é possivel usufruir da confraternização total e ambígua entre pessoas.


Váleu,
Gostava de tar aqui a escrever mais e mais e mais e mais e mais, mas, há sempre um mas, e enquanto houver um mas, resolve-o, mas não te deixes levar por ele pois hão de existir sempre mais e mais ma(s)mas.


Saudações e bem-haja.

Louis


Inutilidade do dia: "Se quiser telefonar para a Antártida, deverá marcar o prefixo 672."